Acessibilidade (0)
A A A
Youtube - OERN Facebook - OERN Linkedin - OERN
Logo OE
O certificado energético não está credibilizado, não é mais do que um papel
10 de abril de 2017 | Geral

Apresentando “uma reflexão mais estratégica do que técnica sobre os problemas da nossa atividade na área da eficiência energética e porque é que a Engenharia, em particular a Engenharia Civil, tem perdido peso, nos últimos tempos, neste domínio”, Vasco Freitas esteve na sede da OERN a tentar responder à pergunta “Até onde devemos isolar as nossas casas?”

 

 

O professor catedrático da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e diretor do Laboratório de Física das Construções foi muito crítico em relação ao modelo de isolamento seguido em Portugal e à forma como são feitos os certificados energéticos.

Ciente de que “é na reabilitação de condomínios, e não de património histórico, que haverá muito trabalho a fazer na próxima década”, Vasco Freitas deixou a promessa da realização de uma reunião com os intervenientes na questão para apresentar uma nova proposta para os certificados energéticos, mais adequados à realidade portuguesa.

 

Vídeo resumo da sessão Vídeo da sessão
 

 

2017 © Copyright, Ordem dos Engenheiros Região Norte