Acessibilidade (0)
A A A
Youtube - OERN Facebook - OERN Linkedin - OERN
Logo OE
Participar e mudar o mundo são os desafios dos novos Membros Estudantes da OERN
13 de abril de 2017 | Geral

A Região Norte da Ordem dos Engenheiros recebeu, na sua sede, os mais recentes Membros Estudantes, vindos da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto naquela que foi apelidada de “Operação 2070”.


“Vocês vão ter à vossa frente 50 anos de experiência profissional e a única certeza é de que vão errar”, lembrou o presidente do Conselho Diretivo da OERN. Para Joaquim Poças Martins, um dos grandes benefícios destes estudantes em fazer parte da Ordem é o poderem aprender com os erros dos mais experientes.

 


OERN abre o Porto aos roteiros de Engenharia

A sessão serviu de mote para a apresentação do projeto “GPS da Engenharia”, que prevê a construção de uma base de dados sobre os principais locais onde existe, se faz e se homenageia a Engenharia no Porto e na região norte.


O desafio foi lançado aos novos Membros Estudantes para que a informação seja disponibilizada, em forma de roteiros, através do Google Maps, a partir de 17 de junho, data em que a OERN assinala o Dia Regional do Engenheiro.


“Só está na Ordem quem quer assumir uma responsabilidade”


Diretor da FEUP, João Falcão e Cunha também seguiu o discurso do desafio. “É muito importante serem capazes de trabalhar com pessoas diferentes. Isso significa ultrapassarem-se”, disse o responsável, enaltecendo que “o estarem aqui revela que querem aprender e assumir responsabilidades”. “Só está na Ordem quem quer assumir uma responsabilidade pessoal pelo que faz”, acrescentou João Falcão e Cunha.


No mesmo sentido, Filipe Araújo, vereador da Câmara Municipal do Porto com o pelouro da Inovação e do Ambiente, afirmou que “se queremos fazer algo de bom e de melhor, temos que levar-nos além daquilo que imaginamos enquanto estamos a estudar”, referindo os desejos de quem sonha em criar empresas que “vão mudar o mundo”.


“Sejam exigentes e participativos”


O vereador fez, ainda, questão de frisar que estes estudantes de Engenharia “estão na região mais exportadora do país” e que “são as pessoas com obrigação de contribuir para a mudança” que vai caracterizar os próximos anos. “Sejam exigentes e muito mais participativos”, desafiou Filipe Araújo.


A sessão contou, ainda, com as intervenções de Pedro Castro, presidente da Associação de Estudantes da FEUP, que enalteceu o estreitar de relações entre a associação e a OERN, e Daniel Freitas, diretor de recrutamento da Cross Boarder Talents, que orientou os estudantes relativamente às características que os poderão distinguir na altura de entrar no mercado de trabalho.


No final, os coordenadores dos colégios distribuíram os cartões aos novos Membros Estudantes da OERN.

 

   
      
     
     
2017 © Copyright, Ordem dos Engenheiros Região Norte